sexta-feira, 27 de março de 2015

Não quero ser governado por improbos

Alguém tem dúvida sobre a farra dos royalties promovida pela maior parte dos prefeitos que receberam essa compensação da produção de petróleo ??? Porque chamo de farra ?!? Simplesmente pq esse recurso vem sendo, ao longo dos anos, usado de forma equivocada e irresponsável. 

O petróleo é uma riqueza natural finita e seu resultado financeiro, repassado na forma de royalties, deveria ser usado para projetos e programas capazes de dotar e preparar as cidades e suas populações para sobreviverem no futuro sem ele, bem como para servir de reserva financeira para eventuais danos ambientais inerentes à produção de petróleo. Ou seja, nunca vi nenhum prefeito usando esses recursos para essas finalidades, mas estamos cansados de ver as prefeituras como os maiores empregadores das cidades e o dinheiro sendo usado para obras de maquiagem e que tenham impactos meramente eleitoreiro, ou para eventos e outras ações populistas, burlando assim a lei, a lógica, o bom senso e a moral, deixando de lado a possibilidade de um planejamento estratégico garantidor de um futuro melhor. O pior de tudo é saber que os fundamentos da gestão pública passam ao largo da maioria das prefeituras e que agora os "gestores" terão que "rebolar" para se adequarem a essa nova realidade. Será que se adequarão ou será que vão desenvolver nova peça de ficção ?!? Se essa turma fosse competente e realista não veríamos nos jornais manchetes que mostram que 70% dos prefeitos do Rio de Janeiro respondem na justiça por ações de improbidade administrativa e por crimes eleitorais e que muitos já foram caçados de seus mandatos e continuam governando por força de liminares.

Precisamos de uma reforma política ampla e irrestrita, precisamos deixar de lado a paixão e votar com a razão, precisamos efetivamente entrar no século XXI e fazer valer tudo aquilo que valorize e fortaleça a nossa sociedade, precisamos saber que isso passa pela eleição de pessoas honradas e honestas. Não podemos mais  permitir a eleição de pessoas cujo compromisso é consigo mesmo e com um grupelho de "puxa sacos" que enriquecem as custas da ma versacao dos recursos publicos . Não podemos mais aceitar essa política empreguista que consome o  orcamento apenas para garantir a eleição dessas pessoas.

Torço para que a crise passe e para que o preço do petróleo volte a ser como antes ou mesmo perto do que era, uma vez que temos reservas enormes desse bem natural, mas acima de tudo desejo que nosso povo acorde e definitivamente mude os rumos da nossa política.

Creio que estamos na iminência de mudanças no cenário político, mas quero ver para crer, pois sei que grande parte da sociedade ainda não se atentou para certas coisas. Por isso continuarei pregando a importância de cada voto e chamando todos à reflexão, pois mais vale o fortalecimento coletivo do que apenas o enriquecimento desonesto de alguns em troca de "migalhas". 

Quero que as cidades tenham infraestrutura de base e que forneçam educação de primeira para a formação de uma sociedade mais desenvolvida e independente, quero saúde pública de verdade e acima de tudo justiça social. Não quero ser governado por improbos que só olham para sí e não quero ver as cidades num processo de favelização sem precedentes como estamos vendo nos últimos anos.

Vamos em frente, a luta continua !!!

Bernardo Ariston

Nenhum comentário:

Postar um comentário